MENU

Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim 「LETRA」

「LETRA」
Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim



TOP 1 Portugal


Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim 「LETRA」

「LETRA」
Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim

É uma loucura quando
O que você mais ama é o prejuízo
Deixe isso afundar
Você pode pensar novamente
Quando a mão que você quer segurar é uma arma e
Você não é nada além de pele

[Pré refrão]
Oh, porque eu continuo me cavando mais fundo
Eu não vou parar até chegar onde você está


Eu continuo correndo, eu continuo correndo, eu continuo correndo

[Refrão]
Eles dizem que eu posso estar cometendo um erro
Eu teria seguido todo o caminho, não importa quão longe
Eu sei quando você desce todas as suas estradas mais sombrias
Eu teria seguido todo o caminho até o cemitério
Oh, porque eu continuo me cavando mais fundo
Eu não vou parar até chegar onde você está
Eu continuo correndo quando meus dois pés doem
Eu não vou parar até chegar onde você está
Oh, quando você percorre todas as suas estradas mais sombrias
Eu teria seguido todo o caminho até o cemitério (Não, oh)


[Verso 2]
Você olha para mim (olha para mim)
Com olhos tão escuros, não sei como você vê
Você empurra através de mim (Empurra através de mim)
Está ficando real
Você tranca a porta, está bêbado no volante
E eu não posso esconder

[Pré refrão]
Oh, porque eu tenho me escavado mais fundo
Eu não vou parar até chegar onde você está
Eu continuo correndo, eu continuo correndo, eu continuo correndo

[Refrão]


Eles dizem que eu posso estar cometendo um erro
Eu teria seguido todo o caminho, não importa quão longe
Eu sei quando você desce todas as suas estradas mais sombrias
Eu teria seguido todo o caminho até o cemitério
Oh, porque eu continuo me cavando mais fundo
Eu não vou parar até chegar onde você está
Eu continuo correndo quando meus dois pés doem
Eu não vou parar até chegar onde você está
Oh, quando você percorre todas as suas estradas mais sombrias
Eu teria seguido todo o caminho até o cemitério

[Ponte]
Oh, é engraçado como
Os sinais de alerta podem parecer borboletas



[Refrão]
Oh, porque eu continuo me cavando mais fundo
Eu não vou parar até chegar onde você está
Eu continuo correndo quando meus dois pés doem
Eu não vou parar até chegar onde você está
Oh, quando você percorre todas as suas estradas mais sombrias
Eu teria seguido todo o caminho até o cemitério

Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim , Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim
Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim , Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim
Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim , Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim
Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim , Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim


Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim , Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim
Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim , Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim
Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim , Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim
Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim , Nelson Freitas - Bolo Ku Pudim